VINHOS: Moscato d'Asti


O Moscato d'Asti é um vinho DOCG produzido principalmente nos distritos de Asti e, em menor proporção nas regões de Alessandria e Cuneo.
Sua regulamentação data de Novembro de 1977e sua produção restringe-se a 1000 km2
O vinho é doce e possui baixa graduação alcoólica, em torno de 5% e pode deve ser consumido como vinho para sobremesa.  Produzido através da uva  Moscato Bianco..
Se você quiser a ficha técnica deste vinho, basta Clicar aqui...

VINHOS: Espumante d'Asti



O Espumante d'Asti é um vinho espumante produzido na comuna de Asti no PiemonteItália.A zona de origem do Asti D.O.C.G. foi delimitada oficialmente em 1932.
É muito aromático, meio-doce e com baixa graduação alcoólica (6 a 7%). Ele se diferencia dos demais espumantes pelo fato da segunda fermentação não ser feita com o vinho pronto, mas apenas com o mosto no início do processo da primeira fermentação, que é interrompida por processo de resfriamento. Isso imprime ao Asti um sabor doce, único que lembra damasco e o suco da uva Moscato, originária do sudeste do Piemonte da qual é feito. Os espumates Asti, na sua maioria, não são safrados.
Asti é um pequena cidade, sede de uma província da região do Piemonte, no noroeste da Itália. Curioso que um dos Asti mais famosos no Brasil é feito em Alba e não em Asti, onde se inventou o processo de fabricação. A vinícola Fontanafredda, na região, é mais conceituada pelo seu Barollo do que pelo Asti.
Dentre os muitos Asti vendidos no Brasil, posso indicar um da Casa Martelletti, que por ser jovem e fresco, é um vinho gostoso de ser bebido e não se torna enjoativo.
Deve ser servido gelado entre 3 e 4 graus e deve ser consumido jovem
Se você quiser a ficha técnica deste vinho, basta Clicar aqui...

VINHOS: Espumante x Champagne

Você sabe qual a diferença entre Espumante e Champagne?

Pois vamos definir para vocês quais são estas diferenças para que não haja dúvidas na hora de comprar um destes produtos e não fazer feio.
Basicamente, os dois produtos acima são resultados da vinificação de uvas brancas e tintas (Pinot Noir e Pinot Meunier), em conjunto ou não e que passam por uma segunda fermentação, que pode ser em garrafa ou em tonéis de aço, totalizando um vinho alegre com maior ou menor intensidade de borbulhas (perlage).
A diferença básica consiste em:
O Champagne é produzido no vale de Rheims, França, sendo confeccionado com as uvas Chardonnay (Branca) e Pinot Noir e Pinot Meunier (Tintas). São feitos através do método Champenoise, processo esse que envolve a segunda fermentação na garrafa podendo demorar anos até que o produto fique pronto para consumo.
Esse processo é complexo, pois envolve o giro das garrafas em pequenas quantidades todos os dias, para que os sedimentos sejam depositados no gargalo da garrafa e depois a extração destes sedimentos através do congelamento do líquido que ficou "estocado" no bocal da garrafa e depois completada com o vinho base, processo esse que determina se o vinho será seco, meio seco ou doce.
O vinho Espumante, é um produto produzido em todas as regiões vinícolas do mundo. Esse tipo de produto pode ser produzido tanto pelo processo Champenoise ou pelo método Charmat, processo em que o vinho base fermenta pela segunda vez em tonéis de aço, tendo seu tempo de fabricação muito reduzido.
Hoje em dia, muitos produtos são feitos pelos dois métodos e a indicação no rótulo descreve o tipo de processo utilizado na fabricação. Mas por questões de legislação, somente os vinhos feitos em Rheims podem utilizar o nome de Chamapgne.
No Brasil, encontramos produtores que utilizam o método Champenoise na fabricação de seus produtos, o que lhe conferem prestígio e ,em alguns casos, reconhecimento internacional frente aos produtos franceses.
Agora é só escolher um dos tipos e festejar.
 
Ocorreu um erro neste gadget